ESTE BLOG É EDITADO PELA PROFESSORA: MARIA JANETE ACCORDI

terça-feira, 31 de maio de 2011

MAGISTÉRIO


Ninguém nega o valor da educação e que um bom professor é imprescindível. Mas, ainda que todos os pais desejem bons professores para seus filhos, poucos desejam que seus filhos sejam professores. 
Isso nos mostra que o trabalho de educar, lecionar, é duro, difícil e necessário; mas que permitimos que esses profissionais continuem sendo desvalorizados.
Apesar de mal remunerados, com baixo prestígio social e responsabilizados pelo fracasso da educação, grande parte resiste e continua apaixonado pelo seu trabalho.
Parabéns professor que ainda não desistiu.

GOVERNO, TENHA VERGONHA NA CARA!

DIA MUNDIAL SEM TABACO: CIGARRO PODE MATAR 8 MILHÕES ATÉ 2030

O TABACO é o nome comum dado às plantas do gênero Nicotiana em particular a N. tabacum, originárias da América do Sul, das quais é extraída a substância chamada nicotina. Os povos indígenas da América utilizavam o tabaco com fins medicinais, em cerimônias.
Foi trazido para a Europa pelos espanhóis no início do século XVI. Era mascado, ou então aspirado sob a forma de rapé (depois de secar as suas folhas). O corsário Sir Francis Drake foi o responsável pela introdução do tabaco na Inglaterra em 1585, mas o uso de cachimbo só se generalizou graças a outro navegador, Sir Walter Raleigh.
Um diplomata francês, de nome Jean Nicot (de onde deriva o nome da nicotina) aspirava o moído rapé e percebeu que aliviava suas enxaquecas. Desta forma, enviou uma certa quantidade para que a então rainha da França, Catarina de Médicis, o experimentasse no combate às suas enxaquecas. Com o sucesso deste tratamento, o uso do rapé começou a se popularizar.
O hábito de fumar o tabaco como mera demonstração de ostentação se originou na Espanha com a criação daquilo que seria o primeiro charuto. Tal prática foi levada a diversos continentes e, somente por volta de 1840, começaram os relatos do uso de cigarro.
Os cigarros se popularizaram a partir de 1881, quando foi inventada a máquina que os manufaturava.
Neste ponto, a finalidade terapêutica original do tabaco já havia perdido seu lugar nas sociedades civilizadas para o hábito de fumar por prazer. Embora o uso do cigarro tenha tomado enormes proporções a partir da Primeira Guerra Mundial (1914-1918), foi apenas em 1960 que foram publicados os primeiros relatos científicos que relacionavam o cigarro ao adoecimento do fumante.
Deve-se observar que o uso constante e desinibido do cigarro provaca malefícios à saúde, além de viciá-lo, fato publicado amplamente.
O cigarro deve matar em 2011 quase seis milhões de pessoas em todo o mundo – dessas, 600 mil são fumantes passivos. O número representa uma morte a cada seis segundos. Até 2030, a estimativa da Organização Mundial da Saúde (OMS) é que oito milhões de pessoas podem morrer em consequência do fumo.
A OMS classificou o tabaco como um dos fatores que mais contribuem para a epidemia de doenças não contagiosas como ataques cardíacos, derrames, câncer e enfisema.
O grupo é responsável por 63% de todas as mortes no mundo. Dados indicam que metade dos fumantes deve morrer em razão de uma doença relacionada a esse hábito.
No Dia Mundial sem Tabaco, lembrado hoje (31), a OMS listou avanços no enfrentamento ao cigarro. Entre os destaques estão países como o Uruguai, onde os alertas sobre o risco provocado pelo cigarro ocupam 80% das embalagens.
A China, Turquia e Irlanda também receberam elogios por leis que proíbem o fumo em locais públicos.
Um estudo feito pelo Ministério da Saúde mostra que entre 2006 e 2010 a proporção de brasileiros fumantes caiu de 16,2% para 15,1%. Entre os homens, a queda foi maior – o hábito de fumar passou de 20,2% para 17,9%. Entre as mulheres, o índice permaneceu estável em 12,7%. Pessoas com menor escolaridade - até oito anos de estudo - fumam mais (18,6%) que as pessoas mais escolarizadas - 12 anos ou mais (10,2%). As informações são da Agência Brasil.

TABAGISMO
Origem: Wikipédia
O tabagismo é uma toxicomania caracterizada pela dependência física e psicológica do consumo de nicotina, substância presente no tabaco.
Segundo o Ministério da Saúde brasileiro, os cigarros contém cerca de 4.720 substâncias tóxicas, sendo uma delas, a nicotina, responsável pela dependência.

De acordo com a Organização Pan-Americana da Saúde, o tabagismo é o responsável por cerca de 30% das mortes por cancro (câncer no Brasil), 90% das mortes por cancro do pulmão, 25% das mortes por doença coronariana, 85% das mortes por doença pulmonar obstrutiva crónica e 25% das mortes por derrame cerebral. Ainda de acordo com a OPAS, não existem níveis seguros de consumo do tabaco.

Vale dizer que o tabagismo, hoje, mata mais que a soma das mortes por AIDS, cocaína, heroína, álcool, suicídios e acidentes de trânsito. As doenças causadas pelo tabaco são responsáveis por perdas econômicas de aproximadamente US$ 200 bilhões de dólares, no mundo.

No Brasil, estima-se que cerca de 200 mil mortes por ano são decorrentes do tabagismo. A proporção de fumantes no país é de 23,9% da população. Segundo dados da PNAD, em 2008, o Brasil tinha 24,6 milhões de fumantes habituais com idade a partir de 15 anos ou 17,2% da população de pessoas dessa faixa etária, sendo 15,1% fumantes diários.
Cerca de 90% dos fumantes tornam-se dependentes da nicotina entre os 5 e os 19 anos de idade. Há 2,8 milhões de fumantes nessa faixa etária, mas a maior concentração de fumantes está na faixa etária de 20 a 49 anos.
A região Sul do país é a que apresenta maior proporção de dependentes - 45% dos fumantes. Em 2008, a região Sul, com 19,3% tinha o maior porcentual de fumantes correntes.
No Nordeste, os fumantes dependentes são 31%. Os moradores da zona rural também fumam mais que os das zonas urbanas.
O fumo é responsável por 95% dos casos de câncer de boca; 90% das inflamações de mama; 80% da incidência de câncer no pulmão; por 97% dos casos de câncer da laringe; 50% dos casos de câncer de pele; 45% das mortes por doença coronariana (infarto do miocárdio) e também 25% das mortes por doença vascular-cerebral (derrames cerebrais).
Segundo uma pesquisa realizada em 20 países, o brasileiro, com 91%, é o que mais se arrepende de ter começado a fumar. Entre os fumantes brasileiros do estudo internacional, 63% apóiam campanhas e leis contra o fumo e 82% relatam que o fumo já lhes causou algum problema de saúde.
O Brasil é o maior exportador e quarto maior produtor mundial de tabaco - depois da China, EUA e Índia.

sexta-feira, 20 de maio de 2011

PROFESSOR LUTA, SOFRE E ESPERA...


ATÉ QUANDO NÓS PROFESSORES, VAMOS CONTINUAR ASSIM, SEM O RECONHECIMENTO DO GOVERNO? 
NOSSA CATEGORIA JÁ BASTANTE  DESVALORIZADA, NÃO RECONHECIDA, AINDA CONTINUA LUTANDO POR UM SALÁRIO DIGNO.
AH! ESPERANÇA... ATÉ QUANDO....
TENHO QUATRO IRMÃS PROFESSORAS QUE SEMPRE LUTARAM POR UM SALÁRIO MELHOR  E QUE ACREDITAVAM NA PROMESSA QUE O GOVERNO DIZIA "QUE NA MINHA GESTÃO, O PROFESSOR  SERÁ VALORIZADO E QUE GANHARÁ MELHOR", MAS O TEMPO PASSOU,  A  APOSENTADORIA CHEGOU E O SALÁRIO DE MISÉRIA CONTINUOU.
HOJE SOU EU,  JÁ QUASE ME APOSENTANDO E NADA MUDOU.
FORAM MUITOS ANOS DE LUTA E AINDA CONTINUA, PARECE QUE NUNCA TEM FIM.
QUANDO CONSEGUIMOS NOS APOSENTAR,  JÁ ESTAMOS BASTANTE DEBILITADOS  PELO EXCESSO DA CARGA HORÁRIA NECESSÁRIA PARA PODERMOS SOBREVIVER.
TEMOS DE TRABALHAR DE 25 A 30 ANOS (MULHER) CONFORME A IDADE, DENTRO DE UMA SALA DE AULA, MUITAS VEZES SENDO AGREDIDAS (OS), OUVINDO FALAVRAS CHULAS, GRITOS, NUMA TOTAL FALTA DE RESPEITO ( DE ALGUNS ALUNOS).
QUEM DEVERIA DAR O MAIOR EXEMPLO DE RECONHECIMENTO PELO DESGASTE DO PROFESSOR, FAZ DE CONTA QUE NÃO SABE DE NADA, VIAJA.
OH! LÍDERES DESTE BRASIL, DESTE ESTADO, ATÉ QUANDO VAMOS CONTINUAR ASSIM...
TENHAM VERGONHA NA CARA!
JANETE

quinta-feira, 19 de maio de 2011

PROFESSOR


OFÍCIO PROFESSOR
            I
O professor é a semente
Que semeia contente
A esperança do amanh      
Por isso sempre sonha
Com alunos sendo gente
Num Brasil decente
          II
Jamais deixa de ensinar

De denunciar e amar
Por ser professor
O ofício do amor
Carinho aos alunos dedica
Novos caminhos indica
        III
Quando o aluno apronta
É preciso às vezes dar bronca
O que não tira à formosura
Da sua missão a ternura
         IV
A profissão que abraçou
Com verdade dedicou
Dedica-se com amor
À missão de professor
Cansado da lida da vida
Continua as vindas e idas
         VI
A profissão de esperança
O professor não descansa
e um mundo melhor todo dia
Mesmo que pareça utopia.

(Cledineia Carvalho Santos)

INFORMATIVO MARCOS ROVARIS

REFORMAS FEITAS NA ESCOLA COM O DINHEIRO ARRECADADO DA COLABORAÇÃO ESPONTÂNEA
. Arrumação das portas com trocas de fechadura,
· Manutenção e limpeza do pátio,
· Ativação do Laboratório de Ciências,
· Festa com brindes para o dia das mães dos nossos alunos.

PRÓXIMAS MELHORIAS
· Banheiro masculino e feminino,
· Reparo na quadra do ginásio de esportes,
· Grade de proteção para uma TV nova, no auditório da escola.

I BRECHÓ MARCOS ROVARIS
Estamos arrecadando roupas, calçados para um futuro brechó que será realizado na escola, com a colaboração dos funcionários, alunos e comunidade.
Posteriormente será organizado e repassado com preços simbólicos para todos.

MOTIVO
Arrecadar fundos para as próximas melhorias na escola e saídas de estudo dos estudantes.
Tudo é feito com muito esforço para angarias fundos para pequenas realizações.
JUNTOS SOMOS MAIS FORTES.

segunda-feira, 16 de maio de 2011

MICKAEL JACKSON - CLIP PODEROSO SOBRE O PLANETA‏

youtu.be/G24XMxt7fbY
EARTH SONG by MICHAEL JACKSON (CENSURADO NOS EUA)
Assistam a este vídeo e divulguem para que todos tenham uma consciência de nossas responsabilidades em relação ao planeta Terra.

EARTH SONG by MICHAEL JACKSON (CENSURADO NOS EUA)
O vídeo é do single de maior sucesso de Michael Jackson no Reino Unido, que não foi nem "Billie Jean", nem "Beat it", e sim a ecológica "Earth Song", de 1996. A letra fala de desmatamento, sobrepesca e poluição, e, por um pequeno detalhe, talvez você nunca terá a oportunidade de assistir na televisão.
O Detalhe: "Earth Song" nunca foi lançada como single nos Estados Unidos, historicamente o maior poluidor do planeta. Por isso a maioria de nós nunca teve acesso ao clipe.
Vejam, então, o que os americanos nunca mostraram de Michael Jackson.
Filmado em África, Amazónia, Croácia e New York.

segunda-feira, 9 de maio de 2011

HOMENAGEM ÀS MÃES

DIA 06-05- ÀS 19 HORAS, NO AUDITÓRIO DA ESCOLA, FOI FEITO UMA HOMENAGEM AO DIA DAS MÃES.  
OS ALUNOS DO 4º E 5º ANOS APRESENTARAM E DRAMATIZARAM A MÚSICA "SOU EU ASSIM SEM VOCÊ". PROFESSORES RESPONSÁVEIS: SILVINA E ADRIANA.
A PROFª ADRIANA ENSAIOU O ALUNO PAULO DO 5º ANO QUE APRESENTOU A LEITURA DA MÚSICA " TENHO MUITAS MÃES".
TAMBÉM ENSAIOU A ALUNA VITÓRIA QUE LEU UM POEMA DE MÁRIO QUITANDA.
ROBSON DO  1º ANO SE APRESENTOU TOCANDO ALGUMAS MÚSICAS COM SEU VIOLÃO.
MARCOS ANTONIO DO TERCEIRÃO COM SEU VIOLINO ENCANTOU A PLATEIA.
TODOS SE APRESENTARAM MUITO BEM.
A PROFª SILVINA RECEBEU UMA HOMENAGEM PELOS ANOS DE CONTRIBUIÇÃO NA EDUCAÇÃO COM AS SÉRIES INICIAIS. ESTÁ SE APOSENTANDO. DEIXARÁ COM CERTEZA SAUDADES.
TODOS OS PROFESSORES CONTRIBUÍRAM PARA QUE TUDO DESSE CERTO.
ROBSON E MARCOS ANTONIO FICARAM TOCANDO SUAS MÚSICAS ENQUANTO A FESTA CONTINUAVA AGORA COM OS QUITUTES.
QUE COISAS GOSTOSAS.


HUUUMMMMMM

segunda-feira, 2 de maio de 2011

MÃE

POEMA PARA AS MÃES
Mensagem - Foto

Não só hoje, mas todos os dias
Penso em ti com meu carinho
Ao ver-me forte cheio de vida
Devo a ti que me guiaste.

 Deu-me a vida
Ensinou-me a vivê-la
Dos problemas resolvê-los
Dos medos me deste as mãos
Fazendo calmo meu coração.

Muitas vezes
Não só Mãe foste pra mim
Pai, amigo, irmão, companheira das brincadeiras.

Sempre davas um jeitinho
De poder me acompanhar.
Segurou as minhas mãos
Me mostrando o caminho a seguir

Hoje sei como sofreste
Quando enfim soltou-me as mãos
Para que eu seguisse em frente.

Hoje sei
Que aplaude meus sucessos
Se entristece com meu pranto
Sei também que sempre estás
Braços abertos a me esperar.

Quero hoje minha Mãe
Te dizer de coração
Peço a Deus que te abençoe
Sempre em minha oração

E te abraço hoje e sempre
Com muito Amor e Gratidão.
Obrigada mãe. 

domingo, 1 de maio de 2011

DIA DO TRABALHO

O DIA DO TRABALHO É UMA DATA UNIVERSAL
O principal dia do trabalho
Em 1886, realizou-se uma manifestação de trabalhadores nas ruas de Chicago nos Estados Unidos da América.
Essa manifestação tinha como finalidade reivindicar a redução da jornada de trabalho para 8 horas diárias e teve a participação de milhares de pessoas. Nesse dia teve início uma greve geral nos EUA No dia 3 de Maio houve um pequeno levantamento que acabou com uma escaramuça com a polícia e com a morte de alguns manifestantes. No dia seguinte, 4 de Maio, uma nova manifestação foi organizada como protesto pelos acontecimentos dos dias anteriores, tendo terminado com o lançamento de uma bomba por desconhecidos para o meio dos policiais que começavam a dispersar os manifestantes, matando sete agentes. A polícia abriu então fogo sobre a multidão, matando doze pessoas e ferindo dezenas. Estes acontecimentos passaram a ser conhecidos como a Revolta de Haymarket.

Três anos mais tarde, a 20 de Junho de 1889, a segunda Internacional Socialista reunida em Paris decidiu por proposta de Raymond Lavigne convocar anualmente uma manifestação com o objectivo de lutar pelas 8 horas de trabalho diário. A data escolhida foi o 1º de Maio, como homenagem às lutas sindicais de Chicago. Em 1 de Maio de 1891 uma manifestação no norte de França é dispersada pela polícia resultando na morte de dez manifestantes. Esse novo drama serve para reforçar o dia como um dia de luta dos trabalhadores e meses depois a Internacional Socialista de Bruxelas proclama esse dia como dia internacional de reivindicação de condições laborais.

Em 23 de Abril de 1919 o senado francês ratifica o dia de 8 horas e proclama o dia 1 de Maio desse ano dia feriado. Em 1920 a Rússia adota o 1º de Maio como feriado nacional, e este exemplo é seguido por muitos outros países. Apesar de até hoje os estadunidenses se negarem a reconhecer essa data como sendo o Dia do Trabalhador, em 1890 a luta dos trabalhadores estadunidenses conseguiu que o Congresso aprovasse que a jornada de trabalho fosse reduzida de 16 para 8 horas diárias.

Dia do Trabalho no Brasil

Até o início da Era Vargas (1930-1945) certos tipos de agremiação dos trabalhadores fabris eram bastante comuns, embora não constituísse um grupo político muito forte, dado a pouca industrialização do país. Esta movimentação operária tinha se caracterizado em um primeiro momento por possuir influências do anarquismo e mais tarde do comunismo, mas com a chegada de Getúlio Vargas ao poder, ela foi gradativamente dissolvida e os trabalhadores urbanos passaram a ser influenciados pelo que ficou conhecido como trabalhismo.

Até então, o Dia do Trabalhador era considerado por aqueles movimentos anteriores (anarquistas e comunistas) como um momento de protesto e crítica às estruturas sócio-econômicas do país. A propaganda trabalhista de Vargas, sutilmente, transforma um dia destinado a celebrar o trabalhador no Dia do Trabalhador. Tal mudança, aparentemente superficial, alterou profundamente as atividades realizadas pelos trabalhadores a cada ano, neste dia. Até então marcado por piquetes e passeatas, o Dia do Trabalhador passou a ser comemorado com festas populares, desfiles e celebrações similares. Atualmente, esta característica foi assimilada até mesmo pelo movimento sindical: tradicionalmente a Força Sindical (uma organização que congrega sindicatos de diversas áreas, ligada a partidos como o PDT) realiza grandes shows com nomes da música popular e sorteios de casa própria. Na maioria dos países industrializados, o 1º de maio é o Dia do Trabalho. Comemorada desde o final do século XIX, a data é uma homenagem aos oito líderes trabalhistas norte-americanos que morreram enforcados em Chicago (EUA), em 1886. Eles foram presos e julgados sumariamente por dirigirem manifestações que tiveram início justamente no dia 1º de maio daquele ano. No Brasil, a data é comemorada desde 1895 e virou feriado nacional em setembro de 1925 por um decreto do presidente Artur Bernardes.

Aponta-se que o caráter massificador do Dia do Trabalhador, no Brasil, se expressa especialmente pelo costume que os governos têm de anunciar neste dia o aumento anual do salário mínimo. Outro ponto muito importante atribuído ao dia do trabalhador foi a criação da Consolidação das Leis do Trabalho - CLT, em 01 de maio de 1943.